BEM NESSAS..........
  Só lá

http://www.perfectlittlethings.multiply.com



Escrito por Cy às 17h50
[]


 
 

Iniciando contagem regressiva para auto-destruição.

10...

9...

8...



Escrito por Cy às 13h42
[]


 
  Jogar amarelinha

Escrito por Cy às 13h40
[]


 
  Saudade

Talvez uma boa letra de música servisse.
Talvez uma das tantas histórias contadas.
Ou vivenciadas.
Quem sabe uma bela foto.
Melhor, um texto em homenagem.

Não.
O silêncio, apenas.
Ele diz tudo.



Escrito por Cy às 18h06
[]


 
  O que faz diferença

Como no ano passado, foi mais de uma semana entre touros, vacas, cavalos, ovelhas e afins. Só por isso, já dá pra imaginar a quantidade de cenas bizarras que eu presenciei, mas não vou ficar escrevendo elas aqui porque muita gente já ouviu. Fato é que ver um peão franzino com cara de abobado mandar num bicho de 1.300 kg te faz entender a diferença entre cérebro e músculos. Já é alguma coisa.

**

Depois de um frio inacreditável, calor. Boa música em tempo integral. Companhias adoráveis. Aprendizados interessantes. Planos no caminho certo. Horizonte promissor. VitaC de frutas vermelhas.
Tou quase acreditando que o mundo pode ser um bom lugar.



Escrito por Cy às 14h23
[]


 
  Eu até dia 03

http://www.expointer.rs.gov.br/2006/

É...



Escrito por Cy às 20h26
[]


 
  Jorge quer casar

Há dois dias eu recebo ligações estranhas e desconhecidas no celular. Um número fixo, de Novo Hamburgo, e um celular da Vivo. Raramente atendo (em tempo: não comprem celulares Siemens, a campainha provavelmente só pode ser ouvida dentro de uma Igreja). Ontem à noite recebi a ligação do tal número de celular de novo e atendi. Era a cobrar. Curiosa, esperei, mas a pessoa do outro lado aparentemente desistiu e desligou antes que a chamada fosse completada. Liguei de volta. Não atenderam. Ignorei e esqueci.

Pouco tempo depois, vejo no telefone uma chamada não atendida do outro número misterioso, o fixo. Liguei de volta. Eis o diálogo:

- Alô - atendeu uma mulher.
- Alô, de onde fala?
- É da agência.
- Agência?! Quê agência?
- Com quem você deseja falar?
- Com ninguém, me ligaram desse número e eu quero saber quem foi. É agência de quê?
- Agência matrimonial...
- .................. hã?
- Agência matrimonial, moça. Você fez cadastro com a gente?
- .................. hã?
- Qual é o seu número?
- Como assim qual é o meu número, vocês me ligaram, vocês devem ter aí!
- Eu só posso lhe confirmar que houve uma ligação se você me disser o seu número.
- Começa com 0000.
- Ah sim, 0000-0000?
- Isso. O que o meu telefone tá fazendo numa agência matrimonial?!
- Um cliente que se cadastrou conosco preencheu a ficha com dois números, um deles é este. Acho que ele errou...
- CLARO que ele errou. Posso pelo menos saber quem é o cidadão?
- Jorge, da casa de vinhos.
- .................. hã?
- É, ele errou. Já estou retirando o seu número daqui.
- Sim, faça isso.
- Desculpe o incômodo.

Nisso a minha mãe, que tinha deixado a novela das 8 de lado pra acompanhar a maluquice do dia, já tava chorando de rir e chutando uma lista de "amigos" meus que poderiam ter aprontado essa (galerinha anda em baixa com a dona Bia, haha).

Dez minutos depois, outra ligação estranha, dessa vez de um celular Claro. Atendi e um homem do outro lado da linha perguntou quem era, aparentemente estranhando a minha voz. Respondi e ele em seguida pediu desculpas, era engano. Hummm...

Enquanto isso, o tal número Vivo que me liga a cobrar continua apenas dando toques, nunca completando as chamadas... Deve ser charme. Se não parar, publico o número aqui pra galera se divertir.

Ok, agora vamos às hipóteses:

1 - Jorge é um senhor bizarro que se cadastra numa agência matrimonial (eu nem sabia que essas coisas existiam mesmo!)

2 - Jorge é um senhor bizarro e bêbado (certamente vai levar a casa de vinhos à falência) que conseguiu a façanha de se cadastrar numa agência matrimonial errando o próprio número.

3 - Jorge é um senhor bizarro, bêbado e gay (pela voz de decepção do cara que ligou depois, ele só podia estar querendo ouvir um "alô" mais, hã, digamos, FORTE que o meu - Jorge perdeu um pretendente).

4 - Minha mãe está certa. Ok, confessem!



Escrito por Cy às 15h44
[]


 
  Eu, zumbi

Ok, ok... A Libertadores acabou, o Inter foi campeão, todo mundo já festejou...

Aliás, parabéns aos colorados, meus pêsames aos gremistas e são-paulinos... 

Eu já recebi, indexei e revisei MUITAS fotos sobre isso, já fiquei sem dormir, já troquei o dia pela noite, já esqueci de almoçar/jantar, já desisti de tentar saber onde foi parar a semana... Agora preciso de férias! Chega! Argh

Ó, mensagem do Chicano: "Sim, vejamos... cansaço, humilhação, franguice. Ok, recomendo internação urgente em boteco a base de umas 4 ou 5 doses de Polar 600ml. Por hora. Próximooo!".

Bah, amigos sem noção, hshs... E eu nem sou gremista nem colorada nem porcaria nenhuma :/

Sigam as instruções do doutor bon-vivant! Me internem! Já! hshs



Escrito por Cy às 14h17
[]


 
  Dia da caça

De repente, acontece. É sempre assim. Eu olho e parece que ela se materializa na minha frente. Se torna muito clara. Meu olhar fica estagnado naquela imagem e tudo ao redor parece perder a cor. Como se brilhasse. Me chamasse. Minhas mãos tateiam ao redor e não encontro o que preciso. Num estalo, percebo que estou desarmada. Um suspiro e o inevitável pensamento: "eu não acredito...". Ela parece perceber meu despreparo. Recua. Um instante depois, volta. Faz isso duas ou três vezes, como para que me provocar. Eu aceito a provocação e fecho os olhos, uma tentativa de guardar aquela imagem e esquecê-la ao mesmo tempo. Ela permanece ali, na minha frente, dançando; instantes que parecem horas. Se a situação fosse outra, certamente sumiria em tempo recorde. Mas neste momento ela está em vantagem. O caçador está com as mãos vazias, logo, o dia é da caça. Olho de novo e ela me encara. Séria. Sombria. E então vira as costas e se vai... Corre na minha frente, se mistura à multidão e, em instantes, é como se jamais tivesse existido. Desmanchou-se. Olho ao redor, não há o que ser feito.

 

Eu perdi a foto de novo.



Escrito por Cy às 17h56
[]


 
  Love is an accident... waiting to happen

Comprei e... Chegou!!



Agora, junto com Brilho Eterno e Amélie Poulain, completa a minha trilogia filmes-tapa-na-cara-para-pensar. Ou deixar de pensar. Enfim, doses freqüentes.



Escrito por Cy às 20h41
[]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sul, Mulher, de 20 a 25 anos, Livros, Música, Fotografia e Jornalismo



HISTÓRICO
 01/10/2006 a 31/10/2006
 01/09/2006 a 30/09/2006
 01/08/2006 a 31/08/2006
 01/07/2006 a 31/07/2006
 01/06/2006 a 30/06/2006
 01/05/2006 a 31/05/2006
 01/04/2006 a 30/04/2006
 01/03/2006 a 31/03/2006
 01/02/2006 a 28/02/2006
 01/01/2006 a 31/01/2006
 01/12/2005 a 31/12/2005
 01/11/2005 a 30/11/2005
 01/10/2005 a 31/10/2005
 01/09/2005 a 30/09/2005
 01/08/2005 a 31/08/2005
 01/07/2005 a 31/07/2005
 01/06/2005 a 30/06/2005
 01/05/2005 a 31/05/2005
 01/04/2005 a 30/04/2005
 01/09/2004 a 30/09/2004
 01/08/2004 a 31/08/2004
 01/07/2004 a 31/07/2004
 01/06/2004 a 30/06/2004
 01/05/2004 a 31/05/2004
 01/04/2004 a 30/04/2004
 01/03/2004 a 31/03/2004
 01/02/2004 a 29/02/2004
 01/01/2004 a 31/01/2004



OUTROS SITES
 Andarilho Freak
 Banda Grossa
 Blergs
 Caxola
 Conversas Furtadas
 Darksage
 Depósito do Calvin
 Detonadores
 Doe sangue e me dê seu telefone
 Estúdio Pinel
 Full Time
 F80mm
 Gatos Aquecem (in Paris)
 Greenpeace
 Homem é Tudo Palhaço!
 Leribi
 Lombada (in London)
 Malvados
 MenteSouta
 Mujique
 notirT
 Nova Corja
 Piero´s World
 Poa Rock
 Por que não agora?
 Preto, Pobre e Suburbano
 Reticências
 Rotinas & Histórias
 Sal nas Lesma
 Sarau Elétrico
 Será que é disso que eu necessito?
 Sou um Labrador
 Tirinhas do Garfield
 TPM